Coisas Sobre Mim

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Que mérito há em amar quem se ama???

    "É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, descontraído, o riso é farto e o chopp é gelado. É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando, na badalação dos descolados, nos cruzeiros e viagens cheios de glamour.

Difícil é amar quando o outro desaba, quando não acredita em mais nada... E entende tudo errado... E paralisa e perde o charme, o encanto, a arte de seduzir, de fazer rir... É difícil amar o outro quando este perde a identidade, a coerência, a razão, o bom senso.

Difícil é permanecer ao seu lado quando seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro com o único objetivo de fazê-lo feliz, de ver um sorriso em seu rosto.

Difícil mesmo é amar quem não está se amando. "

Minha adaptação ao texto de Mayara Ribeiro

 Lembro-me de alguns refrão de músicas e até de um texto bíblico que me fazem refletir a respeito das palavras a cima, que é o texto de Mateus 5: 44 - 47:  No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; Para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações?"

Ou seja, amar aqueles a quem todo mundo ama, é fácil, é igual, o que há de mérito nisso? Amar nossos amigos... Isso é o óbvio, o natural... Mas podemos fazer mais, podemos deixar nosso comodismo de lado para aprender a agir diferente com aqueles que não queremos tão bem, ou aqueles que por ventura nos causaram algum mal, ou ainda aqueles que estão com a estima baixa e sem amor próprio algum. Porquê não mostrar a estes as qualidades que possuem??? Ninguém disse que seria fácil, mas sempre é possível fazer o bem, por mais difícil que pareça.

Quanto as músicas que lembrei foram:

"...Amar não é ter que ter sempre certeza, é aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém, é poder ser você mesmo e não precisar fingir, é tentar esquecer e não conseguir fugir, fugir..." Jota Quest - O que eu também não entendo.

"...Me disseram que você estava chorando e foi então que eu percebiiii, como lhe quero tanto..." Legião Urbana - Quase sem querer

Nenhum comentário:

Postar um comentário